I do what I can

Random thoughts from Mauricio Teixeira…

Driblando o traffic shaping

with 7 comments

Nas últimas semanas andaram dizendo por aí que o Virtua está fazendo traffic shaping. Para os semi-nerds de plantão (acho que nenhum não-nerd lê esse blog), traffic shaping é a atitude nefasta de podar (limitar) a velocidade de download do usuário (para os todo-nerds, estou apenas generalizando).

Bom, o fato que eu queria comentar é que recentemente comprei um HD de 320G STA-II (putz), e resolvi voltar aos meus velhos tempos de P2P. Desencavei meus velhos voodoos de Azureus e aMule, e até agora não tenho sentido absolutamente nada de shaping.

Se alguém quer saber o que eu faço diferente, eu tenho a mania maluca de mudar as portas de entrada e saída dos programas P2P. Ou seja, eu não uso as portas padrão do torrent ou do emule, eu mudo pra um número aleatório (que agora já virou um padrão pessoal), e deixo assim.

Quando eu ainda morava no nordeste eu também ouvi essa conversa sobre o Velox, e nunca senti o problema. Agora que estou em SP, estou ouvindo a mesma estória sobre o Virtua, e continuo sem perceber a bronca.

Mágica? Não. Saia do óbvio. Os administradores de sistemas dos ISPs brasileiros não são tão inteligentes quanto deveriam ser.

Só espero que ninguém do Virtua leia esse post.🙂

Written by netmask

junho 16, 2007 às 17:55

Publicado em anything

Tagged with

7 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Ah essa lenda é real ao menos na BrasilTelecom, uma 25k de Brasília faz isso diga-se de passagem que eu fiz instalação da crianca, mas só para as portas padrões, até porque não existiria poder computacional para monitorar o tráfego de zilhões de portas que podemos colocar aleatoriamente… Mas é exagero se alarmarem deste jeito, pois nem usar direito isso eles sabem hehehe. Falows!

    Walter Alves

    junho 16, 2007 at 22:02

  2. �s vezes o problema está onde menos se espera. Eu estava com problemas crônicos para ver YouTube, apesar do meu backup upstream ir sempre na velocidade máxima.

    Inclusive já tinha aceitado o fato de ter um gargalo por morar numa cidade pequena e a BrasilTelecom shapear YouTube e outros protocolos. Mas comecei a achar que até mesmo o update do Ubuntu estava vindo meio lento, apesar do mirror ser aqui mesmo em Santa Catarina.

    Resultado 1: antes de fazer uma reclamação à Brasil Telecom, desconfiei do modem ADSL, fui olhar as estatísticas, estava perdendo 5% dos pacotes por erros no downstream. Parecia o supremo azar: peguei uma linha telefônica podre.

    Resultado 2: colocar o modem 3Com HomeConnect velho resolveu o problema magicamente; todos os downloads (Youtube incluso) passaram a vir na velocidade máxima. Talvez o modem seja mais robusto por ser mais velho e as linhas serem piores há 7 anos atrás.

    Resultado 3: voltei a usar o modem novo mas mexi nuns parâmetros avançados. Usando o padrão G.dmt (o padrão), perde 5% dos pacotes. Com G.lite, 3%. Com T1.413, apenas 1.5%. O modem velho ainda vai melhor, mas agora parece uma ADSL e não um GPRS/EDGE.

    Elvis Pfutzenreuter

    junho 17, 2007 at 01:31

  3. Daê.

    A virtua implementou um traffic shapping “violento”: todos os p2p era detectados (via headers de protocolo) e pra piorar, todos as conexões criptografadas entrantes.

    Durou quase 1 mês aqui em Curitiba, mas depois de muita briga, eles voltaram a conexão ao normal. Hoje existe shapping, mas basta ligar a criptografia que tudo funciona normalmente.

    A desculpa do técnico que veio fazer uma visita aqui em casa foi que eles tiveram problemas na migração da rede de cabo pra TV digital e que isso influenciou no Virtua. Pelo menos ele reconheceu o problema como real.

    Por fim, um último comentário: as empresas de banda-larga em geral são experts em “anti-FUD”: elas fazem parecer que o traffic-shapping delas é mito, que na verdade o problema são os usuários e suas configurações… E infelizmente, de certo modo o seu post colabora com as telecoms nesse aspecto.😦

    Ademar

    junho 17, 2007 at 01:53

  4. @ Ademar
    Bom, eu não concordei, nem discordei se é ou não fato a existência do shapping, mas que aqui em casa a coisa anda bem, anda. Resolvi postar a dica pra, quem sabe, alguém confirmar. Eu estou com preguiça demais para mudar as confs para padrão e depois voltar.🙂

    netmask

    junho 17, 2007 at 19:14

  5. Pois é, brabeira mesmo…

    Mas escrevi um tutorial sobre como eliminar o Traffic Shaping usando uma VPN…

    Dá só uma olhada:
    http://urucubaca.com/tag/traffic-shaping/

    Camelo Manco

    janeiro 31, 2008 at 06:54

  6. […] Driblando o traffic shaping junho, 2007 5 comentários 5 […]

  7. Realmente aconteçe!
    Até comigo mesmo, não acho isso totalmente errado pq eles reduzem….
    Mas acho uma cara de pau e um discaramento absurdo quando isso aconteçe
    enquanto faço um download!

    Até aqui no nordeste vem aconteçendo.

    Nicolas

    fevereiro 24, 2013 at 07:45


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: